fbpx
Como fazer a manutenção de uma cerca elétrica?

Como fazer a manutenção de uma cerca elétrica?

Um dos componentes da segurança monitorada, a cerca elétrica cumpre o seu papel 24 horas por dia. No entanto, para evitar falhas e garantir seu adequado funcionamento, requer manutenção periódica, como qualquer equipamento.

Danos físicos nas instalações podem ser provocados por fatores externos como, por exemplo, a queda de galhos de árvores. Por sua vez, algum componente da rede pode requerer atenção para não impedir a regular atuação do sistema.

Para isso, é necessário contar com a assistência de empresa experiente, capaz de garantir um adequado diagnóstico e promover a manutenção necessária de forma séria e responsável.

Acompanhe este post e saiba como fazer a manutenção de cerca elétrica.

Realize alguns testes de centelhamento

Esses testes servem para verificar a integridade dos filamentos da cerca e de seu aterramento. Devem ser realizados com o sistema ligado, ou seja, em seu pleno funcionamento.

Consiste em provocar a formação do arco voltaico (centelha elétrica) entre um dos terminais de eletricidade e o ponto de aterramento, sem tocar este último. Pode ser feito na central de choque ou diretamente nos fios da cerca.

Após confirmar o centelhamento, o sistema deve ser desligado para os demais itens de manutenção.

Verifique as condições da bateria

Considere, inicialmente, que a bateria da central de choque é a base de funcionamento da cerca elétrica no sistema de segurança. Deve ser trocada a cada 2 anos, independentemente de suas condições. Isso garante que não haverá interrupções do sistema por esgotamento desse componente.

Deve-se proceder à verificação de carga da bateria da central, assim como as condições das baterias dos sensores e dos controles remotos do sistema.

Verifique as condições do cabo de alta isolação

Esse cabo é o responsável por transmitir a energia elétrica da central de choque para os filamentos da cerca. Sua instalação inadequada é responsável por grande parte dos falsos disparos da cerca.

Desse modo, deve ser verificada a adequada bitola do cabo e alguma ocorrência de oxidação. Finalmente, os sistemas de isolamento precisam ser checados. Se houver alguma irregularidade em qualquer dos componentes, deve ser prontamente sanada.

Verifique o perímetro da cerca elétrica

A cerca elétrica é constituída por filamentos de aço apoiados em hastes isoladas. Dessa forma, devem ser avaliadas em toda a sua extensão a integridade dos fios, sua condição de isolamento e uma possível oxidação.

Os fios, ainda que feitos de aço, devem ser substituídos, pelo menos, a cada 5 anos, uma vez que ficam expostos a todas as condições ambientais. Nesse sentido, umidade, calor, microrganismos e poluição, tudo concorre para o desgaste oxidativo do material.

A integridade dos fios pode ser rompida como resultado da queda de galhos, por exemplo, e deve ser verificada e corrigida imediatamente.

Por sua vez, o isolamento dos filamentos nas hastes normalmente é feito por isoladores plásticos que ressecam com o tempo e com a exposição às intempéries. Assim, devem substituídos sempre que estiverem em condições de oferecer risco ao efetivo isolamento.

Ainda na verificação do perímetro, um dos grandes responsáveis por fugas de energia na cerca elétrica é o contato com folhagem e ramos de árvores. Assim, estas precisam ser podadas para evitar qualquer proximidade com os filamentos da cerca.

Verifique o aterramento do sistema

Um aterramento não adequado é causa de baixa eficiência da cerca elétrica. Assim, sua verificação deve ser item obrigatório nos trabalhos de manutenção.

A verificação do aterramento do sistema da cerca elétrica deve ser realizada com um multímetro e por profissional experiente. Sua leitura deve ser precisa a fim de permitir as adequações corretas quando necessárias.

Gostou deste post? Para conhecer mais detalhes sobre a manutenção de cerca elétrica entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

Fechar Menu