Cerca elétrica: tire todas as dúvidas sobre o assunto

Cerca elétrica: tire todas as dúvidas sobre o assunto

A conhecida cerca elétrica é um dispositivo de segurança com uma função básica preventiva. Seu objetivo é repelir o acesso físico de pessoas e animais sobre muros e alambrados.

A disponibilidade e a eficiência do equipamento rapidamente popularizaram a sua utilização. Também chamam a atenção os custos bastante acessíveis.

No entanto, algumas indagações costumam surgir quanto à sua utilização. São questionamentos quase sempre de natureza técnica.

Acompanhe este post e tire todas as suas dúvidas sobre a instalação e o emprego da cerca elétrica.

1. Como funciona a cerca elétrica?

O funcionamento da cerca elétrica é muito simples, a partir de sua própria estrutura. Ela é composta, basicamente, por fios de aço esticados e apoiados em hastes, que percorrem o perímetro que se quer proteger, como uma pequena cerca sobre o muro. Esses fios são conectados a uma central eletrificadora que emite pulsos elétricos entre 8.000 e 12.000 volts.

Apesar da elevada tensão, a amperagem é baixa, o que significa que o choque é dolorido e afasta o intruso, mas não o retém preso à fiação. Imediatamente, quando o fluxo de eletricidade é interrompido pelo contato, um sinal dispara o alarme sonoro constituído por uma sirene. Ao mesmo tempo, a central de monitoramento é informada da invasão (nos casos de cerca monitorada).

2. Quais os tipos que existem?

As cercas elétricas estão disponíveis no modelo convencional e na forma de concertina. A cerca convencional consiste em fios de aço apoiados em hastes de alumínio ou polietileno de alta densidade instaladas sobre o muro ou o alambrado. Sua apresentação é bastante discreta.

Por sua vez, a concertina é constituída por arame farpado de alta tensão mecânica, em formato espiralado, alinhando uma agressiva barreira física ao efeito da eletrificação.

De modo geral, uma cerca elétrica pode ser instalada com ou sem monitoramento. A principal diferença reside na capacidade de resposta imediata que a cerca monitorada permite oferecer.

Neste caso, ao ser acionado o alarme, o acompanhamento do evento pode ser feito por câmeras de vigilância a partir da central de monitoramento. Recebido o sinal e visualizado o evento, a equipe de segurança pode tomar as medidas pertinentes necessárias.

3. Sua proteção é real?

A utilização de elevada tensão (voltagem) supera mesmo o isolamento dos calçados, tornando a cerca eficiente para os objetivos que se propõe a alcançar. O choque e o susto são suficientes para inibição da ação pretendida.

As estatísticas coletadas por diversas associações do segmento de segurança e monitoramento apontam para baixíssimos índices de invasão em imóveis protegidos por cerca elétrica. Além disso, boa parte dessas tentativas de invasão é inibida pela proteção conferida pelo sistema, tornando-a realmente eficaz.

4. Na falta de energia, o sistema desliga?

O sistema não desliga quando a energia comum da tomada está ausente. Quando se instala um sistema de cerca elétrica, entre seus componentes está uma bateria, que funciona como um nobreak.

Deste modo, um sistema bem instalado sustenta o funcionamento normal da cerca pelo período aproximado de 12 horas. Isto se mantém mesmo que o abastecimento de energia elétrica tenha sido propositalmente desligado.

5. O que ocorre se cortarem a cerca?

Se o invasor romper um dos fios da cerca, um sistema automático de verificação de integridade da rede reconhece o corte e dispara um alarme sonoro no mesmo momento. Pode haver, ainda, uma unidade discadora que aciona um telefone e informa a ocorrência do rompimento.

Vale notar que o sistema permanece em funcionamento ainda que ocorra o corte de um dos fios da cerca, garantindo a segurança até a manutenção corretiva ser realizada.

6. O consumo de energia é elevado?

Uma cerca elétrica instalada conforme suas especificações técnicas não apresenta consumo elevado de energia. Pelo contrário, trata-se de um consumo muito reduzido, similar ao de um rádio de cabeceira ligado durante todo o dia.

Mais especificamente, uma cerca elétrica regularmente instalada por profissional habilitado deve consumir uma média de 3,6 kWh. Assim, a cerca elétrica não provoca mudanças significativas na conta de energia elétrica do imóvel.

7. O choque pode matar?

O pulso elétrico emitido pela cerca, como visto, possui tensão em torno de 10.000 volts e uma baixa amperagem. Deste modo, ele não é capaz de provocar a morte de pessoas ou animais que nela tocarem.

Como a emissão elétrica é pulsativa, ela evita que se fique preso à cerca ao tocá-la. No entanto, ela é suficiente para afastar qualquer intruso pelo choque que provoca, ao mesmo tempo em que sinaliza a tentativa de invasão.

8. A instalação pode ser em qualquer imóvel?

A princípio, uma cerca elétrica pode ser instalada em qualquer tipo de imóvel. É necessário, no entanto, que a instalação tenha uma altura mínima de 2,10 m e seja feita sobre um muro ou um alambrado.

Outro detalhe importante é a colocação de placas de alerta que indiquem a existência da cerca eletrificada, que devem ser posicionadas de maneira a serem facilmente visíveis para vizinhos e transeuntes.

9. Vale a pena possuir uma cerca elétrica na propriedade?

Sem qualquer dúvida. A instalação de uma cerca elétrica em uma propriedade residencial, empresarial, industrial ou rural oferece uma série de vantagens.

A experiência tem demonstrado a eficiência da cerca como instrumento de segurança patrimonial e no afastamento de intrusos, razão pela qual ela é tão utilizada.

Trata-se de um equipamento de segurança muito acessível, com uma excelente relação custo/benefício e cuja instalação e manutenção são relativamente simples.

10. Como instalar uma cerca elétrica?

Para a instalação de uma cerca elétrica, o primeiro cuidado consiste em buscar os serviços especializados de uma empresa de segurança e monitoramento habilitada. É sempre mais seguro contar com os serviços de profissionais capacitados e experientes, sobretudo quando o assunto envolve eletricidade.

Além disso, é preciso se assegurar de que o material e o equipamento utilizados na instalação são certificados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO).

Finalmente, confirme com a empresa instaladora a periodicidade de manutenção necessária para a bateria, para a unidade de choque e para a fiação da cerca elétrica.

Se você gostou deste post, assine nossa newsletter e esteja sempre bem informado sobre segurança e monitoramento.

Deixe uma resposta

Fechar Menu